Nova Odessa ocupa primeiro lugar no saldo acumulado de empregos na região

Dados do Caged apontam que município tem saldo de 1.011 vagas entre janeiro e outubro deste ano

Nova Odessa gerou 1.011 vagas de emprego entre janeiro e outubro deste ano. O resultado - divulgado pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) – coloca o município em primeiro lugar no ranking de saldo acumulado da RMC (Região Metropolitana de Campinas). Apenas em outubro, foram registrados 53 novos postos de trabalho na cidade.

De acordo com o levantamento do governo federal, a cidade registrou entre janeiro e outubro deste ano 5.722 admissões e 4.711 demissões, totalizando 1.011 postos de trabalho criados. No mesmo período do ano passado, o município teve um saldo negativo de 79 vagas.

Os dados do Caged apontam ainda que em outubro a cidade conquistou 53 novos postos de trabalho, ante 49 vagas negativas registradas no mesmo período de 2016. Em setembro deste ano, Nova Odessa já tinha registrado saldo de 88 vagas, com destaque para a indústria têxtil, uma das responsáveis pelo resultado positivo.

“Os dados mostram que Nova Odessa está reagindo à crise. Pode parecer pouco, mas 53 novas vagas criadas têm um impacto grande em nossa economia. São famílias que estão aumentando sua renda e, consequentemente, vão ajudar no desenvolvimento da cidade, pois estão ampliando seu poder de consumo”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Elvis Ricardo Maurício Garcia.

Segundo ele, passar de um saldo negativo em 2016 para um acumulado de 1.011 novos postos de trabalho este ano mostra o poder de recuperação da cidade. “Estamos nos aproximando do final do ano, período em que o comércio, especialmente, tem um fluxo maior de contratações e em que o consumo é consequentemente maior. Acredito que fecharemos 2017 com um resultado bastante satisfatório e seguiremos trabalhando para atrair novas empresas, auxiliando os micro e pequenos empreendedores e os comerciantes, gerando renda e empregos”, disse.

LEVANTAMENTO – De acordo com o balanço do Caged, Nova Odessa ocupa a primeira colocação na RMC em relação ao saldo acumulado de janeiro a outubro, com 1.011 vagas criadas. Em segundo lugar no levantamento está Valinhos, com 996 novos postos de trabalho, seguida de Santa Bárbara d’Oeste com 908 vagas.

O ranking segue com Itatiba (865 vagas criadas), Americana (841), Sumaré (664), Campinas (648), Santa Bárbara d’Oeste (645), Jaguariúna (641), Engenheiro Coelho (523), Holambra (513), Monte Mor (436), Pedreira (313), Vinhedo (193) e Artur Nogueira (118). Completam o levantamento Indaiatuba (com saldo negativo de 58 postos de trabalho), Cosmópolis (-112), Hortolândia (-364), Paulínia (-496) e Morungaba (-649).

Share this article

Sobre Nós!

Web Portal Santa Bárbara d’Oeste SP, de conteúdo informativo independente, todas as notícias e artigos são de propriedade e responsabilidade do autor.

 

Informações da cidade de Santa Bárbara d’Oeste e Região!

Últimos posts