Perdoam-se assim os inimigos?

No domingo, o sermão era a respeito dos inimigos.

Perguntara-se aos membros da congregação quantos deles já haviam perdoado os seus inimigos. Metade levantara as mãos.

Repetida a pergunta, cerca de 80% dos presentes levantaram as mãos.

Refazendo-a o pregador, então, pela última vez, todos responderam afirmativamente, exceto uma velhinha.

"Irmã Janete, a senhora não está disposta a perdoar os seus inimigos?".

"Eu não tenho inimigos", respondera ela.

"Irmã Janete, isso é muito incomum. Com o perdão da pergunta, quantos anos a senhora tem?".

"Noventa e três", respondera ela.

"Irmã Janete, por favor, venha aqui à frente e diga à congregação como uma pessoa pode não ter sequer um inimigo no mundo?".

A adorável senhorinha, cambaleando-se pelo corredor, dissera: “Não tenho mais. Eu vivi mais tempo do que todas aquelas vadias”.

Pela singularidade e a esperteza da resposta, pode ser assim mesmo que os inimigos são ou devam ser perdoados: quando deixem de existir.

Da mesma maneira que é difícil amar o próximo como a si mesmo. Menos os próximos mais distantes, todavia. Por isso mesmo: estão distantes. Porque, amar os próximos mais próximos é muito mais que amar a si mesmo.

Renúncias, frustrações e mais desgostos. Antes, a confiança, agora, a desconfiança. Concórdia? Até o caminho do altar. Agora, por exemplo, o que mais se vê são as constantes discussões entre os casais: o amor mais perto.

Como nunca convém, na frente do público jovem, que são os filhos pequenos! Dos grandes, também... Eles levarão para a vida futura toda aquela bagagem, repassando-a, por certo, aos seus herdeiros.

Célere, a vida segue, sem haver ninguém para ouvir, com todos querendo falar ao mesmo tempo. Mesmo que alguém ouça, é com aquele sorriso confirmador e superficial, mas com a atenção no assunto dito mais adiante; e dos adiantes, na conversa mais distante ainda. Uma Torre de Babel!

 

Alonso de Oliveira, jornalista.
Foi secretário de Administração, diretor de Suprimentos e coordenador de RH da prefeitura de Americana.  E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Share this article

About Author

administrador

Publicado pelo Administrador, porém não necessariamente escrito ou opinião do mesmo!

Entre para postar comentários

Sobre Nós!

Web Portal Santa Bárbara d’Oeste SP, de conteúdo informativo independente, todas as notícias e artigos são de propriedade e responsabilidade do autor.

 

Informações da cidade de Santa Bárbara d’Oeste e Região!

Fale Conosco!

Últimos posts